terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Integração entre trem e ônibus valerá em mais 7 estações da CPTM

20/12/2012 - Folha de São Paulo

A CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos) anunciou que no próximo sábado (22) os usuários de sete estações da rede poderão utilizar um bilhete que unifica a cobrança para o uso de ônibus metropolitanos e trens.

O anúncio da integração do sistema com o cartão BOM (Bilhete de Ônibus Metropolitano) foi feito no dia 17 pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O serviço estará disponível nas estações Mogi das Cruzes, Estudantes e Guaianazes (linha 11-coral), Itaim Paulista, São Miguel e Comendador Ermelino (linha 12-safira) e Itapevi (linha 8-diamante).

Desde o dia 17 de dezembro, essa integração já pode ser feita nas estações do metrô Itaquera, Brás, Carrão, Penha e Barra Funda (einha 3-vermelha) e nas estações da CPTM em Osasco, Carapicuíba e Barra Funda (Linha 8-diamante).

Editoria de Arte/Folhapress

A novidade, que ao todo será instalada em 22 estações de trens, é testada há um ano na estação Barra Funda, que recebe usuários de várias partes da Grande São Paulo e tem cobrado os usuários pela integração.

Há terminais que já operam o BOM na Grande São Paulo, onde cerca de 500 mil cartões já foram emitidos. Agora, o benefício passa a ser aplicado em grande escala também na capital.

No sistema em operação, o bilhete é emitido após cadastro em postos de atendimento ou pela internet.

A integração, porém, não é tarifária --o passageiro que usar o ônibus e trem vai continuar pagando o preço integral dos dois sistemas.

BID empresta US$ 125 mi para melhorar mobilidade em São Bernardo do Campo

21/12/2012 - EFE

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou nesta quinta (20) o empréstimo de US$ 125 milhões para ajudar a mobilidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo

Em comunicado, o BID indicou que o dinheiro servirá para financiar tanto obras de infraestrutura - a construção de 45 quilômetros de pista e de estações para os ônibus -, como para instalação e melhoria de elementos urbanísticos: calçadas, iluminação e garantia de acessibilidade universal, entre outros.

O programa, em colaboração com a Prefeitura de São Bernardo do Campo, que fornecerá por sua parte outros US$ 125 milhões, também procura assegurar "maior segurança viária" mediante a adoção de um sistema de semáforos e placas.

"O projeto trará benefícios incalculáveis tanto para os usuários do transporte coletivo como para toda a população deste município de mais de 800 mil habitantes", afirmou o chefe de equipe do projeto, Dalve Soria.

A potencialização do transporte público deve servir para reduzir a emissão de gases do efeito estufa, assim como para diminuir a taxa anual de acidentes na região, atualmente de 208 por cada 10 mil veículos.

Com estas medidas também espera-se que o tempo de viagem para os usuários do transporte coletivo reduza uma média de 25 %.

Os US$ 125 milhões emprestados pelo BID deverão ser devolvidos em um prazo de 25 anos com um período de carência de outros cinco anos e meio.

Bilhete que integra trem e ônibus passa a valer hoje em SP

17/12/2012 - Folha de São Paulo

Usuários de 22 estações do metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) poderão, a partir de hoje, utilizar um bilhete que unifica a cobrança para o uso de ônibus metropolitanos e trens.

O anúncio dos detalhes do funcionamento do cartão BOM (Bilhete de Ônibus Metropolitano) será feito hoje pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) --ele fará um passeio de ônibus pela zona leste até o metrô Itaquera.

A novidade é testada há um ano na estação Barra Funda, que recebe usuários de várias partes da Grande São Paulo e tem cobrando os usuários pela integração.

Há terminais que já operam o BOM na Grande São Paulo, onde cerca de 500 mil cartões já foram emitidos. Agora, o benefício passa a ser aplicado em grande escala também na capital.

Editoria de Arte/Folhapress

No sistema em operação, o bilhete é emitido após cadastro em postos de atendimento ou pela internet.
desconto

O governo não antecipou como será a aquisição do bilhete nem se haverá desconto para a capital.

No começo deste ano, porém, o secretário dos Transportes, Jurandir Fernandes, disse que poderia haver descontos proporcionais ao trecho utilizado.

Isso porque os valores dependem das empresas que prestam o serviço e dos subsídios de cada prefeitura envolvida e do próprio governo.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Transporte coletivo de Taubaté inicia a integração de linhas

06/12/2012 - G1

A ABC Transportes, permissionária do transporte coletivo em Taubaté, iniciou nesta quarta-feira (5) a operação do sistema de integração das linhas de ônibus. Com o novo modelo, a cidade passa a ser a segunda no Vale do Paraíba a adotar a tarifa única para a utilização de mais de um ônibus em período pré-estebelecido.

As 77 vans do Transporte Complementar de Taubaté (Tctau) não foram contempladas pela medida. (saiba mais abaixo).


A ABC investiu R$ 1 milhão na modernização da tecnologia de bilhetagem eletrônica para viabilizar o acesso da população a integração das linhas. A maior parte do valor foi aplicada na renovação dos cartões e o restante em modernização dos softwares das catracas.

De acordo com o diretor da ABC, Tiago Felício, a tarifa única deve ser utilizada por pelo menos 15% dos 60 mil passageiros atendidos diariamente. Na prática, o passageiro que pagava duas passagens para chegar ao destino, totalizando R$ 5,60, vai pagar apenas uma, R$ 2,80.

A regra é que o passageiro embarque no segundo ônibus em um prazo máximo de uma hora e que o ônibus opere em linha de mesmo sentido. O sistema depende da utilização de cartões eletrônicos e não funciona para passageiros que utilizam apenas dinheiro como forma de pagamento.

"O sistema tem cadastrado as linhas que se integram. Quando o usuário usa o cartão para pagar a tarifa, a integração está acionada caso ele precise. A integração não funciona para sentidos opostos, como por exemplo, uma pessoa que foi de um bairro ao Centro e volte no período de menos de uma hora não tem direito ao bilhete único", explicou o diretor.

Além do bilhete único, a ABC lançou em outubro uma promoção para os usuários da bilhategam eletrônica, em que o passageiro recebe gratuitamente uma passagem para viajar as domingos após a compra de valor equivalente a 10 passagens de ônibus.

Transporte Complementar
Os permissionários do TCTAU criticam a Secretaria de Transportes da cidade, gestora do sistema de transporte público, por não acionar as vans para que o bilhete único fosse implementado também nos veículos da cooperativa.

Em protesto ao bilhete único e também à promoção da ABC, os permissionários da TCTAU reduziram a tarifa para R$ 2,52 no último dia 26 de novembro. O novo valor não foi autorizado pela administração. "Já faz dois anos que existe essa conversa de integração das linhas e desde o começo pedimos para prefeitura participar. Não podemos ficar no prejuízo. A ABC faz promoções, agora tem o bilhete único, então reduzimos nossa passagem como moeda de troca para pressionar a prefeitura na negociação. Queremos ser incluídos no sistema e nos mantermos competitivos", disse Sérgio Vasconcelos, permissionário do Tctau.

A cooperativa opera 77 vans, das quais, 7 deixaram de cobrar a tarifa de R$ 2,52 e voltaram para o valor de R$ 2,80 nesta semana. Os demais mantém o protesto.

O diretor da Secretaria de Trânsito e Transportes de Taubaté, Luiz Donizete Gonçalves, foi procurado, mas não atendeu às ligações do G1 até a publicação da reportagem. Em entrevista anterior, a pasta afirmou que a redução da tarifa da TCTAU não havia sido autorizada.

Serviço
Para aquisição ou troca dos cartões antigos da ABC Transportes, basta procurar a loja da empresa no Parque Doutor Barbosa de Oliveira (rodoviária velha) ou na empresa, que fica à Rua Margarida, 612. Para dúvidas, o telefone é o (12) 3621-5300.

Suellen Fernandes
Do G1 Vale do Paraíba

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

São Bernardo do Campo terá ônibus alinhado por sensores na pista

04/12/2012 - Via Trólebus

Para quem acha que corredores de ônibus são apenas faixas exclusivas por onde os coletivos trafegam separados dos demais veículos, importante conhecer este novo projeto que deve ser implantado em São Bernardo do Campo.
Pelo menos dois dos doze corredores previstos para ficarem prontos a partir de 2013, o Alvarenga e João Firmino vão ter em alguns trechos sistemas óticos para alinharem os veículos às guias. Esta tecnologia permite que os ônibus sejam alinhados automaticamente por sensores na pista, nas guias e nos veículos, independentemente da ação do motorista, que neste momento apenas faz o veículo parar ou andar. A direção fica por conta do sistema. (A imagem acima mostra sistema semelhante com trólebus na cidade de Lyon, na França)
Nos demais trechos sem o sistema óptico, a condução será de maneira tradicional.
Apesar de os custos serem considerados altos, o secretário de Transportes e Vias Públicas de São Bernardo, Oscar Silveira Campos, afirma que valem a pena por melhorarem o atendimento, reduzirem os riscos de acidente e aumentarem a velocidade comercial dos coletivos.
A funcionalidade faz também com que economize no espaço urbano. Os corredores podem ser mais estreitos nos trechos, com menos área de segurança, pelos riscos de falhas serem menores em comparação à condução convencional.
Outra funcionalidades devem ser implantadas neste corredores no futuro, como estações que permitem embarque no mesmo nível do ônibus, proteção para o passageiro do clima, pagamento da tarifa antes do embarque no veículo e sistemas com painéis eletrônicos de informação, com dados sobre as linhas, horários, itinerários e previsão de quanto os ônibus vão demorar para chegarem às estações.

Por Renato Lobo



Enviado via iPhone

domingo, 2 de dezembro de 2012

Tarifa de ônibus de Campinas aumenta para R$ 3.30, a mais cara do Brasil

02/12/2012 - EMDEC

As tarifas do transporte coletivo em Campinas serão reajustadas a partir da zero hora deste domingo, dia 2 de dezembro. Nos ônibus e miniônibus do Sistema InterCamp, a tarifa vai passar de R$ 3,00 para R$ 3,30, um reajuste de 10%. A mudança no valor foi publicado na edição desta sexta-feira, 30 de novembro, do Diário Oficial do Município, decreto nº 17.786.

Com o reajuste de 10%, o passe escolar vai passar de R$ 1,20 para R$ 1,32. Também terão novos valores as linhas Circular-Centro / Linhão da Saúde (5.01 e 5.02), que passam de R$ 2,00 para R$ 2,20 no pagamento com o Bilhete Único e de R$ 3,00 para R$ 3,30 no pagamento em dinheiro. O passe escolar nestas duas linhas (5.01 e 5.02) sobe de R$ 0,80 para R$ 0,88.

O prefeito Pedro Serafim definiu o valor, após avaliar as planilhas da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) e das empresas que operam o sistema de Transporte Público.

O percentual definido é inferior ao proposto pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) – que representa as empresas operadoras do sistema. A planilha de custos das empresas apresentada apontava um aumento de 27%, pois estabelecia uma tarifa de R$ 3,8080.

O índice de 10% é inferior também ao aumento no custo de operação do Sistema Intercamp calculado pela EMDEC no período, levando-se em conta o transporte convencional e o alternativo. Os técnicos da EMDEC verificaram que o custo de operação elevou 12,39% neste período.

A nova tarifa teve também como parâmetro o aumento dos insumos no período. O salário dos motoristas, por exemplo, aumentou 11,73%; o valor do veículo subiu 8,38% e o litro do combustível teve um acréscimo de 6,78%.

MELHORIAS
O reajuste da tarifa define também alguns compromissos das empresas concessionárias para a melhoria do sistema de transporte.

Até fevereiro de 2013, o PAI – Serviço (Programa de Acessibilidade Inclusiva) deverá dobrar sua capacidade de atendimento. Hoje, a população tem disponível 25 vans e deverá contar com 50 vans a partir de 1º de março de 2013.

Além disso, já está confirmado até o final de fevereiro de 2013 a renovação de 47 veículos na frota, devendo haver após isto a continuidade de renovação da frota até o final de 2013.

CARTÕES BILHETE ÚNICO
Os usuários do transporte que utilizam o Bilhete Único Comum que quiserem se antecipar e comprar os créditos no valor ainda no valor de R$ 3,00 poderão fazê-lo até sábado, das 8h às 18h, nos postos de venda da Transurc nos terminais Central, Ouro Verde, Campo Grande, Barão Geraldo, Terminal Metropolitano e rede credenciada (relação de estabelecimentos pode ser consultada no site da Transurc). Os créditos têm validade de um ano contados da data de compra.

SISTEMA INTERCAMP
Sistema InterCamp é o Sistema de Transporte Público de Campinas, operado por ônibus e miniônibus das empresas concessionárias do transporte coletivo e miniônibus do serviço alternativo, implantado em 2005.


Atualmente, o Sistema InterCamp possui 1.270 veículos, sendo 535 acessíveis (42,1% do total). A idade média da frota é de 4,67 anos.

O sistema Intercamp registra na catraca a média de 600 mil passageiros por dia, volume que representa aproximadamente 300 mil usuários por dia.

Informações: EMDEC


Enviado via iPhone