terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Biometria Facial vai permitir uso mais fácil de gratuidades nos ônibus de São Paulo

01/12/2015 - Blog Ponto de Ônibus

ADAMO BAZANI


O sistema de mapeamento facial instalado nos ônibus e terminais de São Paulo vai permitir que passageiros isentos de cobrança de tarifa, como idosos e portadores de deficiência, passem mais rapidamente pelas catracas.

As câmeras foram colocadas nos validadores para evitar fraudes no uso das gratuidades.

O novo sistema entra em operação no domingo, dia 06 de dezembro de 2015, quando os idosos e portadores de deficiência vão precisar encostar uma vez só o bilhete no validador da catraca. Segundo a SPTrans, que gerencia os transportes na capita paulista, o "sistema de registro da passagem de idosos e portadores de deficiências pelas catracas vinha sendo feito de forma conjunta com o cobrador, ou seja: para haver a liberação da catraca o passageiro precisava encostar seu bilhete no validador e o cobrador devia passar outro cartão, conhecido como "Bordo”, para ir para a próxima fase, que seria o reconhecimento do titular do cartão. Feito isso, os donos dos bilhetes especiais ainda tinham que fazer o mesmo procedimento com o bilhete no equipamento, para que só assim fosse liberada a passagem do usuário pela catraca.”

Mesmo que não tenha sido este o principal objetivo, o sistema também elimina este papel do cobrador.

A retirada de cobradores de ônibus no sistema de São Paulo é polêmica e é discutida na justiça.

A imagem do usuário que conta com a gratuidade é captada pelas câmeras dos ônibus e terminais e comparada à imagem cadastrada no banco de dados da SPTrans. O Bilhete Único pode ser suspenso em caso de fraude.

Com o sistema, a SPTrans também espera agilizar os embarques e diminuir o tempo de parada dos ônibus nos pontos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário