terça-feira, 30 de junho de 2015

São José entrega projeto básico do BRT

30/06/2015 - O Vale - São José dos Campos/SP

A Prefeitura de São José dos Campos entregou ontem à Caixa Econômica Federal o projeto básico do BRT (Transporte RÁPIDO por Ônibus), aposta do governo Carlinhos Almeida (PT) na área de mobilidade urbana.

O banco terá 90 dias para analisar mais de 2.000 páginas de desenhos e informações técnicas do sistema, batizado de Mobi.

A prefeitura trabalha com a meta de iniciar as obras até janeiro de 2016, mas ainda depende do aval do TCE (Tribunal de Contas do Estado) para retomar o processo de pré-qualificação das empresas interessadas (espécie de etapa preliminar da licitação).

O processo foi suspenso no início do mês pelo tribunal, com base em uma representação que contestou itens do edital. O governo Carlinhos já apresentou sua defesa e aguarda o parecer final.

O prazo de execução das obras é de 42 meses.

Novela. Anunciada no fim de 2013, a construção do BRT em São José será financiada pelo governo federal por meio de um empréstimo de R$ 800 milhões, com contrapartida de R$ 42 milhões do município.

A Caixa será o agente financeiro da operação, responsável pela fiscalização do contrato e pelo repasse dos recursos.

O projeto básico do sistema foi desenvolvido pelo arquiteto Ruy Ohtake. Segundo ele, o Mobi foi desenvolvido para atender São José por cerca de 20 anos, ou até que o município atinja 1 milhão de habitantes. Este projeto olhou para o futuro, disse Ohtake.

O projeto do arquiteto, elaborado via Fusp (Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo), custou R$ 12 milhões.

Operação. Com o BRT, os ônibus vão trafegar em canaleta segregada, com uma extensão aproximada de 51 quilômetros em todas as regiões cidade.

O sistema terá 75 estações que permitirão a cobrança da tarifa antes do embarque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário