segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Secretário diz que nova licitação para 63 km de corredores sai em fevereiro

30/01/2015 - G1 SP / Diário de SP

O secretário municipal dos Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, afirmou nesta quinta-feira (29) que a nova licitação para a construção 63 km de corredores de ônibus, no valor total de R$ 2 bilhões, será publicada em fevereiro. Tatto esteve nesta manhã na Avenida Paullista para vistoriar a construção dos 4 km de ciclovia.

A licitação dos corredores será em Regime Diferenciado de Contratação (RDC), modelo amplamente usado durante a Copa do Mundo. Como o G1 informou com exclusividade, a ação anterior foi cancelada após o Tribunal de Contas do Município (TCM) apontar falhas no processo de contratação, como falta de recursos orçamentários.

Entre os trechos cancelados estão parte dos corredores que serão construídos na Radial Leste, no eixo Avenida dos Bandeirantes - Avenida Salim Farah Maluf e na perimetral Itaim Paulista - São Mateus. O secretário afirmou esperar que o atraso não afete a previsão de entregar, até o fim de 2016, 150 km de corredores. "Se conseguirmos fazer o processo licitatório no primeiro semestre e não tiver transtorno na obra", afirmou.

Até o momento, a Prefeitura entregou 2 km de corredores. Outros 94 km já foram contratados pela SPObras, e parte deles está em construção. As licitações começaram todas na gestão de Gilberto Kassab (PSD) e foram concluídas na gestão Haddad, e algumas delas têm prazos de conclusão longos, de 36 meses.

Os corredores são estruturas à esquerda, totalmente segregadas do trânsito, como os das avenidas 9 de Julho e Santo Amaro. São diferentes das faixas exclusivas, que ficam à direita e têm presença dos carros para conversões em ruas à direita. As faixas se tornaram uma das principais marcas da gestão Haddad. Em pouco mais de dois anos, a Prefeitura de SP inaugurou 464,6 km.

 

Tatto aproveitou o evento desta manhã para comparar as obras da Prefeitura com as do governo do estado. "Tenho certeza do seguinte: os corredores do prefeito Fernando Haddad serão entregues antes que o monotrilho do governador Geraldo Alckmin." A construção da Linha 17-Ouro, que em uma primeira fase irá ligar o Aeroporto de Congonhas ao Morumbi, na Zona Sul de São Paulo, enfrenta sucessivos atrasos.

Ciclovia

O secretário acrescentou que a ciclovia da Paulista deve ficar pronta, como o previsto inicialmente, até junho. "Não vai causar transtornos, porque vai ser necessário estreitar somente 10 cm de cada faixa", disse.

Quando pronta, a via exclusiva de bicicletas terá 4 km e fará conexão com as seguintes ciclovias: Rua Itápolis, Rua Pamplona, Avenida Doutor Arnaldo, Rua Frei Caneca, Haddock Lobo, 13 de Maio, Rafael de Barros e Vergueiro.

Diário de SP

SP lançará licitação para corredores de ônibus

O secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, afirmou nesta quinta-feira (29) que uma nova licitação para a construção de 63 km de corredores de ônibus em São Paulo será publicada em fevereiro.

O novo processo de licitação será aberta pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que foi muito usado para acelerar as obras da Copa do Mundo e também será usada pelo governo do Estado para a transposição do Rio Paraíba do Sul.

Em dezembro, a Prefeitura cancelou a ação anterior depois que o Tribunal de Contas do Município (TCM) apontou falhas na licitação, como falta de orçamento que seria usada nas desapropriações.

Tatto disse que as obras começarão no segundo semestre deste ano e espera que o atraso não afete a previsão da gestão Haddad de entregar 150 km de corredores até o fim de 2016.

O secretário aproveitou a vistoria que fez na construção dos 4 km de ciclovia na Avenida Paulista para alfinetar Geraldo Alckmin (PSDB): "Tenho certeza do seguinte: os corredores do prefeito Fernando Haddad serão entregues antes que o monotrilho do governador Geraldo Alckmin".

Nenhum comentário:

Postar um comentário