terça-feira, 11 de junho de 2013

Marginais terão faixas exclusivas de ônibus

11/06/2013 Folha de SP

Motoristas infratores podem ser multados em R$ 53,20; CET diz que trânsito piorou após restrição a caminhões

Marginal Tietê ganhará faixa exclusiva para ônibus em ambos os sentidos

As marginais Tietê e Pinheiros, vias mais movimentadas de São Paulo, terão faixas exclusivas de ônibus a partir das próximas semanas. Elas ficarão à direita, na pista local, nos dois sentidos. Serão implantadas até julho.

Ontem foram divulgados detalhes sobre as faixas da marginal Tietê, que serão instaladas entre as pontes das Bandeiras e Aricanduva.

No sentido Castello Branco, a faixa exclusiva terá 5 km de extensão e vai funcionar apenas no pico da manhã, das 6h às 9h. No sentido Ayrton Senna, serão 7,7 km no pico da tarde, das 17h às 20h.

A marginal tem até 12 faixas por sentido, contando pistas expressa, central e local.

Também haverá mudanças no trânsito. A alça da ponte das Bandeiras para a av. Santos Dumont, no sentido Castello Branco, será proibida para carros e motos das 6h às 12h.

A gestão Fernando Haddad (PT) diz que o objetivo é priorizar o transporte coletivo. Pelos dois trechos da Tietê circulam 30 linhas de ônibus, que transportam cerca de 211 mil passageiros por dia.

"É o trecho com maior volume de ônibus", afirma Mauricio Regio, diretor de operações da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Ele diz que o impacto para os demais veículos será pequeno, pois muitos ônibus já andam à direita.

A data de início das faixas não foi divulgada, mas a prefeitura já iniciou a instalação de 236 placas na Tietê. Os detalhes sobre as da Pinheiros ainda serão definidos.

Invadir a faixa de ônibus à direita é infração leve e rende multa de R$ 53,20, mais três pontos na habilitação.

Especialistas dizem que as faixas poderão causar mais transtornos para os carros, mas defendem a medida. "Só que as paradas devem ser exceção, pois na marginal há risco para o usuário", diz o urbanista Flamínio Fichmann.

A gestão Haddad também divulgou estudo que aponta que a lentidão nas marginais piorou após as restrições a caminhões criadas na gestão Gilberto Kassab (PSD). A piora chegou a 34% na Tietê entre as 9h e as 17h e a 26% na Pinheiros, das 17h às 22h.

A CET afirma que a piora ocorreu porque o espaço dos caminhões foi ocupado por veículos menores e que aguarda uma pesquisa para determinar se haverá mudança nas regras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário