quarta-feira, 23 de novembro de 2011

23/11/2011 - Governo SP

Nota à Imprensa - Integração das linhas municipais e metropolitanas
Em relação às informações que estão sendo divulgadas sobre a possível cobrança de tarifa para  integração das linhas municipais e metropolitanas do Corredor Metropolitano ABD,  a EMTU/SP esclarece que:

1.     Em reunião realizada hoje (22/11) na Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), a EMTU/SP ofereceu uma alternativa adicional à Prefeitura de Diadema com medidas para reequilibrar o contrato EMTU/SP 020/97 de Concessão do Corredor ABD e realizar as melhorias necessárias previstas no sistema, sem onerar os cerca de 40 mil usuários que realizam diariamente a integração livre no município. Minuta de convenio será formalizada amanhã (23) ao município, prevendo partição tarifária  que trate da remuneração entre passageiros provenientes do transporte municipal e que acessam gratuitamente o Corredor Metropolitano ABD. A proposta permitirá que o usuário beneficiário da integração não seja onerado com aumento de tarifas - objetivo primordial do Governo do Estado de São Paulo. A Prefeitura  de Diadema comprometeu-se a estudar a proposta e um novo encontro entre as partes foi marcado para a próxima semana.

2.     Lembramos que, em 14 anos, os passageiros transferidos à época da assinatura do contrato de Concessão do Corredor ABD (EMTU/SP 020/97) cresceram 24%, ocasionando necessidade de novos investimentos, como aumentos de 34% na frota e de 10% na quilometragem, para atender adequadamente o crescimento da demanda;

3.    A EMTU/SP está certa de que a implantação desse procedimento operacional vai proporcionar uniformidade de tratamento aos usuários e deve assegurar a modernização do sistema, com a substituição da atual bilhetagem eletrônica - SBE (bilhetes Edmonson)  - por outro sistema que possibilite a implantação do Bilhete do Ônibus Metropolitano (BOM), visando  implementação da integração do Corredor ABD com os demais ônibus metropolitanos, municipais, Metrô e CPTM.

4.     Além dos investimentos que o Estado vem realizando, como a reforma e adequação da acessibilidade dos terminais, eletrificação dos 11 km que restavam entre Jabaquara e Piraporinha em Diadema e a repotencializacão de 23 km com a substituição das estações retificadoras,  é fundamental a realização de novos investimentos como a substituição do fio trolley e a construção e operação da CCE Central de Controle de Energia.  Todas essas melhorias correspondem a investimentos de cerca de R$ 90 milhões.

Com isso, o Governo do Estado, por meio da EMTU/SP,  pretende melhorar o padrão de serviço oferecido atualmente aos usuários do Corredor ABD,  que é reconhecido internacionalmente.

Assessoria de Imprensa - EMTU/SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário