quinta-feira, 16 de junho de 2011

Ônibus 100% elétrico da BYD fará teste em SP

16/06/2011 - Revista Carsale

Carsale - Ainda este ano, as cidades de São Paulo e Curitiba deverão iniciar os testes com o ônibus “verde” e-Bus K9, primeiro veículo elétrico de transporte coletivo desenhado e produzido pela montadora chinesa BYD. Ele é tracionado com motores instalados junto às rodas, que são alimentados por um conjunto de baterias.


A diferença para os tradicionais tróleibus utilizados no Brasil é que não precisa de uma cara rede com fios para a sua alimentação. Além de silencioso, eles tem mais mobilidade e nível de emissão zero de poluentes. A vantagem é que pode trafegar em qualquer faixa ou percurso, sem risco de ficar paralisado por eventuais quedas de energia na rede.

O ônibus será testado em condições reais de circulação para avaliar a redução das emissões de gases do efeito estufa, os custos envolvidos e a confiabilidade da nova tecnologia. O projeto faz parte do programa da Clinton Climate Initiative (CCI), da Fundação William J. Clinton, e se estenderá a outras cidades latino-americanas da Rede C40, que incluem São Paulo, Curitiba e Bogotá.

Os resultados serão utilizados na elaboração de um relatório para o desenvolvimento do mercado de ônibus híbrido e elétrico na América Latina. A expectativa é introduzir 9.000 desses veículos na frota de várias cidades a partir de 2012, a fim de reduzir as emissões anuais de dióxido de carbono em 556 mil toneladas até 2016.

Recentemente, a BYD fez uma proposta ao governo do Chile para transformar Santiago na cidade pioneira para a implantação de transporte público com veículos (ônibus e táxis) 100% elétricos, como meio de reduzir a poluição na capital chilena.

O e-Bus K9 e os táxis e6 incorporam um avançado sistema de baterias de Fe, tecnologia inteiramente desenvolvida pela BYD e um sistema inteligente de gerenciamento de energia. Equipados com painéis solares sobre a capota, como fonte de energia auxiliar, os ônibus 100% elétricos da empresa chinesa têm 12 metros de comprimento e possuem autonomia para rodar 250 km. A recarga completa pode ser feita em apenas 3h30. Esse mesmo conjunto de baterias está presente nos táxis elétricos e6, que atingem uma autonomia para 300 km e chegam a uma velocidade de 140 km/h.

Postado por Busologia Mundial

Nenhum comentário:

Postar um comentário