segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Usuários pressionam e Catanduva vai ganhar 12 novos ônibus

17/08/2010 - Agência BOM DIA - Jorge Cardoso

A empresa Jundiá, responsável pela concessão do transporte circular em Catanduva, cedeu à pressão dos usuários e vai trocar 12 ônibus que estão em circulação. Além disso, a empresa e a Secretaria de Transportes da cidade vão criar mais uma linha para os bairros.

As modificações transformam em uma nova rota a linha Jardim Salles com Theodoro. O Tarraf e o Flamingo ficam com rotas únicas.

As decisões foram anunciadas na tarde desta terça-feira pelo diretor da empresa André Luis Abi Chedid e pelo secretário de transportes José Garcia Júnior.

“Essas duas são as linhas com maior número de usuários e com maior lotação. Resolvemos fazer essas alterações para melhorar o fluxo de pessoas”, diz Chedid.

Além das reclamações dos usuários, a prefeitura chegou a fazer um “pente fino” principais linhas para identificar as reclamações. “A demora de alguns circulares e a lotação em algumas linhas foram as principais reclamações. Eu mesmo peguei as rotas, como todo usuário, e falei com a população”, diz Garcia.

A empresa tem quatro notificações feitas pela prefeitura, com base em reclamações de usuários e da pesquisa feita pela assessoria de comunicação, que fez imagens das linhas e depoimentos de quem utiliza as circulares.

A Jundiá presta serviços na cidade há um ano e oito meses. Na licitação, entre as várias ordens de contrato, a empresa tem de colocar em circulação até 30 ônibus sem alterar o valor de R$ 2,10 cobrado pela passagem. ela não pode alterar esse valor com menos ônibus do que o combinado em contrato.

Hoje, circulam 22 ônibus em 16 linhas. Com a criação da linha Sales - Theodoro, passam a ser 17.

Se a empresa não cumprir com o programado, ela receberá multa de 1% sobre o valor da licitação — cerca de R$ 2,5 milhões (a multa seria aproximadamente R$ 20 mil)

Novos circulares
Doze novos ônibus passam a circular na cidade a partir do dia 13 de setembro. Eles vão substituir os atuais circulares.

Três desses novos ônibus têm capacidade para 81 pessoas e possuem três portas. Eles vão fazer as linhas Solo Sagrado, Solo - Pachá e Jardim Alpino. Outros nove circulares têm capacidade para 71 passageiros e irão para linhas com maior número de usuários, como Gabriel Hernandes, Nosso Teto, Flamingo e Vila Celso (os atuais ônibus têm levam 65 passageiros sentados e em pé).


Novo terminal vai ‘parar’ rua Brasil
A construção do novo terminal vai “parar” a rua Brasil, ao lado da Câmara Municipal, para pedestres e veículos e ficar aberta apenas para a passagem dos ônibus circulares e embarque de passageiros.

A reconstrução da praça central, com 2,6 mil metros quadrados de área, paisagismo e iluminação, além da construção do novo Terminal Urbano, vão custar R$ 2 milhões.

As obras devem começar ainda este ano e vão demorar cerca de seis meses para ficarem prontas.

O investimento total feito nas obras do Parque das Américas, somando as três praças, será de R$ 2,4 milhões.

A Secretaria de Trânsito vai providenciar banheiros químicos e cobertura para evitar que os passageiros fiquem expostos ao sol ou às chuvas.

Um comentário: