sábado, 23 de outubro de 2010

Ônibus híbrido começa a circular nesta segunda em São Paulo

22/10/2010 - O Estado de São Paulo - Julia Baptista

Veículo tem dois motores, um elétrico, utilizado para dar partida e em velocidades baixas, e um a diesel, para as velocidades mais alta; modelo será testado por 15 dias

SÃO PAULO - Um protótipo de ônibus híbrido diesel/elétrico vai entrar em operação comercial na segunda-feira, 25, em São Paulo. O veículo, desenvolvido pela Volvo , com apoio da Secretaria Municipal de Transportes e a São Paulo Transporte (SPTrans), começou a ser testado hoje. Ele vai circular na Linha 724A - Butantã/Aclimação.

O novo ônibus, segundo o fabricante, é chamada de "Híbrida em Paralelo", e foi projetada para ser um ônibus com dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. O motor elétrico é utilizado para dar partida no veículo e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 km/hora, e também como gerador de energia durante as frenagens.

O motor diesel entra em funcionamento em velocidades mais altas. A cada vez que se acionam os freios, a energia de desaceleração é utilizada para carregar as baterias. Quando o veículo está parado, seja no trânsito, em pontos de ônibus ou em semáforos, o motor diesel fica desligado.

Estudos da Volvo demonstram que o tempo que o veículo fica parado pode representar até 50% do período total de operação do ônibus. Durante todo esse tempo, não há emissões de poluentes, pois o motor diesel se apaga completamente. O modelo em teste ficará 15 dias na capital, depois segue para um teste no Rio de Janeiro. Em março de 2011, volta para testes definitivos com equipamentos "onboard".

Nova frota. A Secretaria Municipal dos Transportes afirmou que também vai intensificar a renovação de 140 trólebus, dos 203 veículos elétricos, que percorrem 137 quilômetros de cabos, divididos em 12 linhas, a maioria na zona leste da cidade.

No momento, 11 veículos novos já estão operando. Os novos carros serão distribuídos de acordo com as necessidades identificadas pela concessionária que opera com trólebus. Todos os novos veículos são totalmente acessíveis, com rampa para cadeirantes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário