sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Obras do Corredor Itapevi - São Paulo (Butantã) têm início em julho

abril/2010 - EMTU/SP

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo – EMTU/SP recebe, no próximo dia 16, as propostas das empresas interessadas em implantar o Corredor Itapevi-São Paulo (Butantã) – trecho Itapevi-Jandira. O vencedor da licitação iniciará as obras no início do segundo semestre.

Nessa primeira fase, serão construídos 5 km de viário, de Itapevi a Jandira, com calçadas, ciclovia, passarela e pontos de parada que atenderão cerca de 16 mil passageiros ao dia. O novo Corredor faz parte do Expansão São Paulo, programa do Governo do Estado para a modernização e ampliação do transporte metropolitano. O Corredor receberá investimentos de R$ 71 milhões.

O Corredor Itapevi – São Paulo (Butantã) se estenderá por 33 km desde o município de Itapevi, junto à estação de trem da CPTM, até a futura Estação Butantã, da Linha 4 - Amarela, do Metrô. O projeto integrará linhas de ônibus municipais, metropolitanas, trem e metrô, atendendo às cidades de Itapevi, Jandira, Barueri, Carapicuíba, Osasco e São Paulo que, juntas, somam 12,5 milhões de habitantes.

Os primeiros 5 km de viário acompanharão melhorias urbanísticas, como construção de calçadas, novo viário, viaduto, implantação de ciclovia e passarela que deverão proporcionar uma requalificação urbana ao longo do trajeto.

Viagens mais rápidas

O trecho entre Itapevi e Jandira é percorrido por ônibus intermunicipais em 25 minutos. As melhorias viárias e a instalação de baias nos pontos de parada aumentarão a fluidez do tráfego geral, refletindo diretamente no tempo de viagem dos usuários, que diminuirá para 10 minutos. A EMTU/SP atende atualmente o trajeto Itapevi-Jandira com 19 linhas intermunicipais operadas pelo Consórcio Anhanguera.

Convênios

Para viabilizar o Corredor, a EMTU/SP assinou convênios de cooperação técnica e apoio recíproco com as prefeituras de Itapevi e Jandira. O acordo engloba as fases de planejamento, implantação, operação, manutenção e expansão. 

Assessoria de Imprensa EMTU/SP
Abril 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário