domingo, 24 de outubro de 2010

Motoristas e pedestres desrespeitam faixa exclusiva

17/08/2010 - Diário do Grande ABC - André Vieira

A fiscalização começou, mas o desrespeito continua. Mesmo com a proibição, motoristas ainda invadem a pistas exclusiva dos ônibus na extensão Diadema-São Paulo do Corredor Metropolitano ABD.

Ontem, primeiro dia da aplicação de multas aos infratores, o Diário flagrou automóveis, motos e táxis circulando na faixa. A maioria dos motoristas se aproveita do trânsito mais livre no corredor para fazer ultrapassagens e conversões.

Invadir a faixa dos ônibus é uma infração considerada grave pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e rende cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). A multa é de R$ R$ 127,69.

Os pedestres também continuam ignorando as regras, atravessando o corredor fora da faixa e circulando em meio aos coletivos.

Responsável pela fiscalização, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que mantém 56 fiscais na via em três turnos.

Partindo do Terminal Diadema da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), o corredor se prolonga até as estações Morumbi e Berrini da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), na Capital.

Diadema - Embora a maior parte dos 12 quilômetros do corredor se encontre na Capital, uma fração da fiscalização cabe a Prefeitura de Diadema.

O trecho do Terminal, no Centro, de onde partem os ônibus, até a divisa com a Capital, tem aproximadamente de 800 metros de extensão.

Na tarde de ontem, durante o período em que o Diário acompanhou o trânsito, nenhum fiscal foi visto do lado do Grande ABC da via.

Segundo a Prefeitura de Diadema, a abertura do corredor não motivou alteração no monitoramento do trânsito na região, que permanece sendo realizado por duas viaturas e quatros fiscais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário