quinta-feira, 22 de julho de 2010

São Paulo testa novo diesel em ônibus


A iniciativa pretende melhorar a qualidade do ar
Prefeitura quer 200 ônibus com novo combustível
Com o objetivo de melhorar a qualidade do ar, reduzindo as emissões de poluentes, a prefeitura de São Paulo apresentou nesta terça-feira, 20, três ônibus movidos a diesel de cana-de-açúcar. O novo combustível será testado no transporte público durante seis meses.
O teste é uma parceria da SPTrans com a Amyris Brasil, Mercedes-Benz, Petrobras Distribuidora e a Viação Santa Brígida. Durante um semestre, três veículos rodarão com 90% de diesel comercial (B5 S-50) com adição de 10% de diesel de cana, enquanto outros três ônibus circularão apenas com o combustível comum, para efeito de comparação.
"É mais uma iniciativa para melhorar a qualidade de vida na cidade de São Paulo. Estamos agregando este novo combustível à matriz energética do transporte público, ampliando a utilização de combustível renovável da nossa frota", explicou o prefeito Gilberto Kassab.
Segundo ele, a intenção é até o final de sua gestão o transporte da cidade esteja rodando com 14% combustível renovável, ou com etanol ou com diesel de cana-de-açúcar ou com biodiesel. “Ainda no ano que vem pretendemos ter 200 ônibus movidos a etanol na cidade", anunciou o prefeito.
Os ônibus operarão nas linhas 917H Terminal Pirituba - Metrô Vila Mariana (dois veículos) e 958P Jardim Nardini - Itaim Bibi. Além dos veículos movidos a diesel de cana-de-açúcar, a SPTrans está testando, desde dezembro de 2009, um ônibus movido a álcool. O veículo está operando na linha 875H Terminal Lapa - Vila Mariana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário